PROFESSORA VÍTIMA DO MASSACRE DE SUZANO ERA UBAENSE

A professora Marilena Ferreira Vieira Umezu foi a primeira pessoa a ser morta no colégio de Suzano (SP), na manhã desta quarta-feira. Autores do massacre eram ex-alunos da escola e conheciam a professora. Há dez anos ela lecionava na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano/SP, segundo familiares de Ubá, sua Terra Natal.

Marilena era casada com Lauro Umezu há 39 anos, com quem tinha três filhos: Maycon Umezu Ferreira (38); Eidi Umezu Ferreira (32) e Marcel Umezu Ferreira (28).

Segundo informações de um membro da família de Marilena, a prefeitura disponibilizou um micro-ônibus para transportar familiares ao velório. O sepultamento ainda não está definido o dia nem o horário, pois o filho mais velho (Maycon) encontra-se na China. Há uma expectativa de ser Ubá. Informação que não foi confirmada pela família.

Os dois autores do massacre, um rapaz de 17 anos e outro de 25, eram ex-alunos da escola. A professora sorriu ao revê-los cruzando o portão de entrada do colégio, onde trabalhava há mais de 10 anos.

Eles responderam com tiros.

Comentarios

Comente Aqui

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *